Política

Mulher forçada a sair de ônibus por usar véu na Holanda

Uma mulher muçulmana usando um niqab – um véu que cobre todo o rosto, exceto os olhos – foi forçada a deixar um ônibus na Holanda, após a introdução de uma lei que proíbe roupas que cobrem o rosto em edifícios públicos e no transporte, de acordo com  relatórios de mídia local. A mulher se recusou a retirar o véu e o motorista do ônibus chamou a polícia, que acompanhou a mulher para fora do ônibus, segundo relatos.

É a primeira vez que a lei controversa, que entrou em vigor no início deste mês, foi usada para negar a entrada de alguém no transporte público, disseram os relatórios. A lei afirma que os oficiais de segurança são obrigados a dizer às pessoas com roupas que cobrem o rosto para mostrar seus rostos. Se eles recusarem, eles podem ter acesso negado a edifícios públicos e transporte e multados em 150 euros (US $ 165). No entanto, tanto os defensores quanto os opositores disseram que fazer cumprir a lei seria difícil.

O órgão de transporte disse no início deste mês que os ônibus não parariam para fazer uma mulher com uma burca sair, citando o potencial de atrasos. Os hospitais também disseram que ainda tratariam as pessoas independentemente do que estivessem usando. Grupos muçulmanos e de direitos humanos expressaram oposição à lei – formalmente chamada de “proibição parcial de roupas que cobrem o rosto”.C

O partido Nida, um partido político islâmico em Roterdã, disse que vai pagar a multa para quem for pego quebrando a proibição e abriu uma conta onde as pessoas podem depositar dinheiro. A lei foi introduzida em 2005 pelo político anti-islâmico de extrema-direita Geert Wilders. “Acredito que agora devamos tentar dar o próximo passo”, disse Wilders à agência de notícias Associated Press, em entrevista por telefone no início deste mês. “O próximo passo é garantir que o lenço possa ser banido também na Holanda”. O governo holandês insistiu que sua proibição parcial não tem como alvo nenhuma religião e que as pessoas são livres para se vestir como querem.

A lei holandesa não proíbe o uso de uma burca na rua, ao contrário da proibição da França, que entrou em vigor em 2010. Bélgica , Dinamarca e Áustria têm leis semelhantes.

Anúncio