Asia Paquistão Tempestades Tragédia

Chuvas fortes no Paquistão matam pelo menos 17 pessoas

As chuvas inundaram grande parte do Paquistão, deixando grandes partes da cidade de Karachi, no sul do país, submersas e causando pelo menos 17 mortes, disseram autoridades. O oficial de resgate Anwar Kazmi disse que sete pessoas morreram de eletrocução e três pessoas morreram depois que um telhado desabou na cidade de Karachi, de 20 milhões de habitantes.

Espera-se que o número de mortos aumente à medida que estradas e ruas ainda são inundadas em algumas partes da cidade, tornando impossível que as equipes de resgate cheguem às vítimas, acrescentou Kazmi. A chuva e as enchentes começaram durante a noite, com as autoridades relatando mais de 180 milímetros de chuva na cidade portuária.

Os militares estavam ajudando a administração civil a bombear a água para fora das ruas inundadas, disse um porta-voz do Exército. Segundo o Met Office, espera-se que Karachi receba chuvas intermitentes nas próximas 24 horas.

O policial Idrees Khosa disse que cinco pessoas morreram em uma inundação repentina e outras duas foram eletrocutadas na província de Punjab, que também sofreu fortes chuvas. O Paquistão muitas vezes luta para lidar com a monção anual, que vai de julho a setembro e provoca inundações no sul da Ásia.

Anúncio