Catástrofes Donald Trump EUA

Bombardeio suicida em casamento em Cabul deixa 63 mortos e 182 feridos

Um homem-bomba matou 63 pessoas e feriu 182 em um ataque a uma festa de casamento na capital afegã na noite de sábado, informou o Ministério do Interior. O Taleban negou a responsabilidade pela explosão em um salão de casamento em Cabul, em um bairro minoritário xiita, lotado de pessoas celebrando um casamento.

O ataque ocorreu quando o Taleban e os EUA tentavam negociar um acordo sobre a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão em troca de um compromisso do Taleban com a segurança e as negociações de paz com o governo apoiado pelos Estados Unidos.

Ele segue um ataque a bomba contra uma mesquita no Paquistão na sexta-feira que matou um irmão do líder do Taleban, Haibatullah Akhundzada. Ninguém assumiu a responsabilidade por essa explosão, que matou quatro pessoas e feriu cerca de 20.

Fotos postadas nas redes sociais mostraram corpos espalhados em meio a mesas e cadeiras derrubadas no salão do casamento. O bombardeiro atingiu a área de recepção dos homens, disseram autoridades.

Anúncio